Uma breve história da enfermagem

BREVE HISTÓRIA DO COREN - SP


· Implantado em 1975, sob a presidência da Enfª Maria Camargo de Oliveira Falcão, inicia a inscrição de todos os profissionais de enfermagem já existentes no mercado de trabalho, objetivando levantar o número de profissionais e onde estes se encontravam.

· Em 1976, já sob a presidência da Enfª Victória Secaf, o COREN-SP continua o trabalho de sua antecessora e acresce a necessidade de provisionar os exercentes de enfermagem sem habilitação (Atendente de Enfermagem, Visitador Sanitário e Instrumentador Cirúrgico).

· Em 1978 foi implantado o 1º projeto de Fiscalização, com finalidade de cobrir tanto a região metropolitana como o interior do Estado. O COREN-SP já contava com um contingente de 10 mil profissionais distribuídos entre as três categorias.

· Em 1982 já sob a presidência da Enfª Maria Lúcia Pimentel de Assis Moura, foi implantado definitivamente o processo fiscalizatório, causando profundas mudanças junto aos órgãos formadores, no sentido de orientá-los sobre necessidade de registro para o exercício da profissão. Período marcado pela modernização administrativa, informatização e conquista da autonomia administrativa, que até então era gerenciada pelo COFEN.

· Em 25/06/86 sancionada Lei Federal 7.498 que "dispõe sobre a regulamentação do exercício de enfermagem e dá outras providências"e seu Decreto -Lei 94.406 publicado em 08/06/87 - reconhecendo a profissão de Enfermagem, delimitando responsabilidade e estabelecendo quem pode exercer as ações de Enfermagem.

· Em 1987 recomeça recadastramento do pessoal que exerce as atividades da enfermagem e que não tem formação específica, para recebimento de autorização para o exercício de tarefas elementares, com prazo estipulado de 10 anos para profissionalização.

· COREN-SP - 1996 A 1999 bem mais operante, sob a direção e presidência da Enfª Ruth Miranda de Camargo Leifert, conta com uma população de enfermagem em torno de 170.000 profissionais.O mesmo foi reeleito para comandar o COREN-SP durante a gestão 1999 - 2002.

ALGUMAS REALIZAÇÕES DA GESTÃO 1999 - 2001

· Implantação das Câmaras Técnicas: Jurídica, Assistencial, Ensino e Pesquisa, Ética e Gerencial. Para dar suporte às inúmeras consultas e pesquisas apresentadas ao COREN-SP, os conselheiros e profissionais contam com uma reestruturada Biblioteca, que atende também estudantes da área de enfermagem nas pesquisas escolares e acadêmicas.

· Implantação da Coordenadoria das Comissões de Ética de Enfermagem nas Instituições de Saúde do Estado de São Paulo.

· Implantação da Responsabilidade Técnica, nas Instituições e a obrigatoriedade conforme a Lei 7498/86, de manutenção do Enfermeiro 24 horas.

· Encontro de Especialilstas em parceria com as Sociedades de Especialistas de Enfermagem.

· Disponibilização de diversas informações sobre o COREN-SP via Internet.

O COREN-SP continua trabalhando com a finalidade de proporcionar o reconhecimento do Profissional de Enfermagem, objetivando uma Assistência com Qualidade.


:: imprimir ::

Ruth Miranda
Uma vida dedicada à enfermagem